Acesse Cadastre-se

Notícias mais gestão

Fique por dentro das últimas notícias em economia, gestão pública e temas relacionados.

19 Novembro 2018 prêmio troféu cidadania digital

Plataforma de Cidadania Digital ganha o Prêmio ExcelGob

A Plataforma de Cidadania Digital do governo brasileiro foi premiada pela Rede de Governo Eletrônico da América Latina e do Caribe (Rede Gealc) com o troféu na categoria “Valor do Governo Digital”. O concurso ocorreu durante a V Reunião Ministerial de Governo Eletrônico dos países da América Latina e do Caribe e XII Reunião Anual da Rede Gealc, realizada nos dias 15 e 16 de novembro no Panamá.

Instituída pelo Decreto nº 8.936/2016, a Plataforma tem como objetivo concentrar o acesso e a oferta de serviços públicos digitais aos cidadãos brasileiros, diminuindo os deslocamentos, filas ou autenticação de documentos. O programa dispõe de um conjunto de metodologias e soluções tecnológicas para apoiar os órgãos públicos, concentrando no portal único servicos.gov.br mais de 1,7 mil serviços públicos federais, dos quais 40% já são totalmente digitais.

O secretário-adjunto da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação, do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (SETIC/MP), Ulysses Cesar Amaro de Melo, representou o Brasil nas reuniões e participou de painel no qual falou sobre os serviços digitais desenvolvidos no País.

Premiação

Os vencedores de cada categoria ganharão uma visita técnica à Coreia do Sul com todos as despesas pagas. Os ganhadores de cada menção especial receberão uma bolsa para um curso virtual da Escola de Governo da Organização dos Estados Americanos (OEA).

Há 14 anos, a Rede premia iniciativas voltadas à promoção do governo eletrônico. Em 2018, disputaram o prêmio 98 candidaturas, sendo 85 na categoria valor do governo digital e 13 em tecnologias emergentes. Além da Plataforma, o Brasil concorreu com mais quatro projetos: Simplifique, Passe livre, Alistamento militar, Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores (Sicaf).

A Rede Gealc é composta por autoridades máximas de governo digital dos países da Região e foi criada com o objetivo de apoiar políticas públicas.