Acesse Cadastre-se

Notícias mais gestão

Fique por dentro das últimas notícias em economia, gestão pública e temas relacionados.

08 Fevereiro 2019 Mais Gestão, prefeitura de Fortaleza, educação, gestão pública

Prefeito de Fortaleza debate aprimoramento da Gestão

O prefeito de Fortaleza (CE), Roberto Cláudio, recebeu nesta sexta-feira, 8, em seu gabinete no Paço Municipal, representantes do Movimento Brasil Competitivo (MBC) e do Instituto Falconi, a maior consultoria de gestão do País. Eles apresentaram para o gestor um programa para aprimorar os indicadores e processos da Secretaria Municipal de Educação.

O Instituto Falconi já atendeu cerca de 13 milhões de alunos da Rede Pública Estadual e Municipal pelo Brasil. A consultoria já atuou no Ceará, entre 2001 e 2007, desenvolvendo um plano estratégico com metas e modelo de gestão para a melhoria do desempenho educacional na Rede Estadual de Ensino. Além disso, a empresa também foi responsável pela formação de 900 pessoas, entre técnicos e gestores escolares, com foco em resultados. O trabalho desenvolvido foi internalizado pela gestão que mudou a forma de governar e obtém resultados cada vez mais satisfatórios.

“Para nós, é uma satisfação muito grande trabalhar com Educação, porque acreditamos que através dela é possível mudar um país inteiro. O trabalho desenvolvido no Ceará virou referência para todo o País. Agora, vamos desenvolver projetos para qualificar ainda mais as pessoas, o ensino e as estruturas educacionais de Fortaleza”, explicou Bayard Loureiro, sócio da Falconi.

Reconhecida por mais um ano como a quarta maior rede do Brasil em número de matrículas no Censo Escolar da Educação Básica 2018, Fortaleza conta hoje com 220 mil estudantes atendidos, sendo destaque como a capital do País que mais ampliou matrículas na Educação Infantil (creche e pré-escola). Os dados apontam que a capital cearense foi a terceira do País e a primeira do Nordeste em matrículas de tempo integral, além de ter sido destaque em Inclusão, sendo a terceira maior rede do País e a primeira do Norte e Nordeste em Educação Inclusiva.

“A Rede Municipal de Ensino está crescendo e estamos atingido resultados históricos e cada vez mais positivos. Por isso, precisamos reestruturar melhor a gestão da secretaria com foco nos alunos e nas condições de trabalho das equipes escolares. Vamos ter uma governança mais forte para que os indicadores educacionais sejam ainda melhores”, destacou a secretária de Educação, Dalila Saldanha.

O escopo técnico do projeto foi definido no encontro desta sexta-feira, que contou com a presença do Secretário do Planejamento, Orçamento e Gestão, Philipe Nottingham, do Secretário de Governo, Samuel Dias e da Secretária de Educação, Dalila Saldanha. O trabalho será desenvolvido por 12 meses, mas antes será apresentado para a sociedade civil ainda este semestre. O MBC tem a função de mobilizar o setor público que tem como dever tornar o ambiente das cidades mais satisfatório para o aumento da competitividade.

“Esse é um projeto inovador, sem ônus para os governantes, e com a presença da sociedade civil organizada que vai conhecer e debater as ferramentas de gestão. A educação passa por todos os setores e é mais fácil obter bons resultados quando juntamos o público e o privado”, enfatizou Romeu Neto, superintendente do Movimento Brasil Competitivo.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura de Fortaleza