Acesse Cadastre-se

Notícias mais gestão

Fique por dentro das últimas notícias em economia, gestão pública e temas relacionados.

06 Fevereiro 2018 economia digital, coalizão Brasil Digital, Embrapa

Brasil Digital discute parceria com Embrapa

Integrantes da coalizão Brasil Digital estiveram reunidos em Brasília no dia 1º de fevereiro para a primeira reunião de trabalho do ano. No encontro, o diretor de Transferência de Tecnologia da Embrapa, Cleber Oliveira Soares, falou da importância da parceria com o MBC no intuito de estabelecer mecanismos para impulsionar o mercado digital com a criação de novos produtos e serviços, a partir do expertise já conquistada pela Embrapa. “Estamos num momento ímpar, que é convergir a bioeconomia, a economia associada às ciências agrárias com a economia digital. Não faz sentido continuar crescendo se não estiver alinhada à economia digital”, avaliou.


Segundo Soares, os sistemas de tecnologias da informação e comunicação devem otimizar os processos no agronegócio. No setor agrícola o índice de perda é de 30%, parte na colheita e no transporte. “A economia digital pode contribuir para que se reduza esses índices de desperdício. Precisamos de inteligência estratégica para minimizar esses riscos e aumentar a renda do produtor, além de gerar riqueza para o país”, enfatizou. O coordenador de Inteligência Estratégica da Embrapa, Édson Bolf e o responsável pela Inovação Digital da empresa, Fabiano Mariath também apresentaram propostas para o grupo.

O secretário de Política de Informática do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Thiago Camargo Lopes, também participou do encontro e destacou a importância da parceria entre o Brasil Digital e Embrapa. Conforme Lopes, um dos quatro eixos do  decreto do Plano de Internet das Coisas, que será lançado em breve, é internet das coisas nos setor agrícola. “O MBC é fundamental para nos colocar em contato com os setores consumidores de tecnologia para que a gente descubra como acelerar o processo de adoção de tecnologia não só no campo, mas na saúde e quem são esses agentes transformadores”, disse.

A reunião teve a presença de representantes das seguintes empresas que compõem a coalizão: Embrapa, Amazon, SAP, Connect, Intel, Accenture, Microsoft, Motorola, Prospectiva, 99 app, IBM, Qualcomm e Itaú. Ao todo são mais de 25 empresas participantes.

Assessoria de Comunicação Social do MBC